Nem tudo é questão de preço


Pesquisa feita pela consultoria GS&MD — Gouvêa de Souza aponta que dois em cada três consumidores que comparam atributos antes da compra examinam as marcas disponíveis antes de optar pelo produto ou o serviço a ser adquirido. O preço, é verdade, continua o principal fator de decisão: nove entre dez consumidores dizem ser este o item mais importante na hora do confronto entre as opções no ambiente de varejo.

Em estudos desta natureza e com este público feitos há dez anos, as marcas apareciam com muito menos importância, diz sócio sênior da GS&MD, Luiz Goés. “As pessoas entravam nas lojas onde tinham a possibilidade de conseguir crédito e escolhiam um produto que coubesse no bolso delas. Hoje já comparam os benefícios de cada uma das marcas”, avalia Góes. Segundo ele, isso é um indicador de que o mercado passa por um momento de transição, no qual o velho binômio produto-preço utilizado pela comunicação de varejo tem que migrar para um trinômio produto-preço-marca.

O cartão de crédito é um dos cinco principais serviços que a nova classe média estudada pela Gouvêa de Souza passou a consumir nos últimos dois anos. O vice-presidente de novos negócios da Mastercard para Brasil e Cone Sul, Alexandre Magnani, ressalta que o crescimento da participação do público nos negócios da empresa é vigoroso. “Hoje, praticamente um terço dos cartões que emitimos com a nossa bandeira são distribuídos por meio de varejistas, independentemente de parceria com bancos. Este produto está diretamente ligado à população de classe C”, relata.

Realizado em junho deste ano, na cidade de São Paulo, o estudo ouviu 360 consumidores, homens e mulheres, que migraram de classe social D/C2 para B2/C nos últimos cinco anos. Em 2007, 50% destes entrevistados pertenciam à classe D, 21%, à C2, e 29%, à C1. Atualmente, a metade deles está dentro da classe B2; 29%, na C1 e; 21%, na C2. “O desafio para as marcas e os comerciantes é aproveitar a presença do consumidor no ambiente de varejo e seduzi-lo a converter a atração em compra naquele momento, para a sua marca”, acredita Góes.

Este texto faz parte da reportagem especial Varejo, publicada nesta edição (nº 1523) de Meio & Mensagem

 

Fonte: www.meioemensagem.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

< Robe De Mariée festklänningar Balklänning Robe De Mariée Robe De Mariée Balklänning